ANTROPONÍMIA E IMIGRAÇÃO: OS NOMES DE BRASILEIROS DESCENDENTES DE LITUANO

  • Márcia Sipavicius Seide UNIOESTE

Resumo

Este artigo foca os antropônimos dos descendentes de lituanos no Brasil que são membros de um grupo fechado no Facebook sob uma perspectiva enunciativa e sociolinguística (BELONI, Von BORSTEL 2016). Com base na Semântica de Michel Bréal (SEIDE 2006), na Teoria da Relevância (SPERBER, WILSON, 2001; SEIDE, 2014), da Semântica do Acontecimento (GUIMARÃES, 2002; SEIDE 2010) e da Socio-Onomástica (Van LANGENDOCK, 2007, SEIDE, SHULTZ. 2014; ALDRÍN 2008) foi analisada uma amostra formada por 55 nomes de descendentes de lituanos de primeira, segunda e terceira geração, indistintamente com o propósito de investigar se houve mudanças na escolha dos nomes para os filhos tendo por parâmetro o sistema antroponímico do pais de origem dos imigrantes. Os resultados obtidos indicam a existência de duas atitudes: a adaptação linguística e cultural ao país onde se vive, majoritária, e a conservação das características antroponímicas do país de origem, minoritária.Ambas evidenciam que prenomes e sobrenomes são   depositários da memória e têm uma importante função identitária de modo que alterações do nome indicam mudanças de identidade.


ABSTRACT: This paper focalizes antroponyms of Lithuanian descendents in Brazil on an enunciative and semantic perspective  (Von BORSTEL , BELONI, 2016).Based on Michel Breál Semantic  (SEIDE 2006), Relevance Theory  (SPERBER, WILSON, 2001; SEIDE, 2014), Event Semantics (GUIMARÃES, 2002; SEIDE 2010) and Socio-Onomastics (Van LANGENDOCK, 2007, SEIDE,SHULTZ. 2014; ALDRÍN 2008) a sample of names of Lithuanian descendents in Brazil of first, second and third generation indistinctly. Results points to the existence of two behaviors: majority linguistic and cultural adaptation to the country where one lives and minority conservation of antroponymic features of the country of origin. Both are evidences that prenames and surnames are memory depositaries and have an important identity function as names changes signal identity changes.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Docente PPGL UNIOESTE.

Publicado
2018-03-26
Como Citar
SEIDE, Márcia Sipavicius. ANTROPONÍMIA E IMIGRAÇÃO: OS NOMES DE BRASILEIROS DESCENDENTES DE LITUANO. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 7, n. 21 SER. 1, p. 52 - 81, mar. 2018. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/55>. Acesso em: 26 jan. 2021.