CONCORDÂNCIA VERBAL DE P6 NO PORTUGUÊS AFRO-BRASILEIRO NA COMUNIDADE QUILOMBOLA RIO DAS RÃS NO TERRITÓRIO VELHO CHICO

  • Juscimaura Lima Cangirana UESB
  • Elisângela Gonçalves da Silva UESB

Resumo

Neste artigo, analisa-se a concordância verbal de P6 no vernáculo, em termos laboviano, na comunidade quilombola Rio das Rãs no Território Velho Chico, localizada no município de Bom Jesus da Lapa – BA. Para tanto, foram adotados os pressupostos teórico-metodológicos da Teoria da Variação e Mudança Linguística (LABOV, 1972-2008; WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968-2006). A amostra analisada é constituída por 24 informantes, considerando perfis sociais como: (a) Sexo (12 do sexo masculino e 12 do sexo feminino); (b) Faixa etária (08 jovens –25 a 35 anos; 08 adultos – 45 a 55 anos; 08 idosos – com mais de 65 anos); (c) Grau de escolaridade (sem escolarização e semiescolarizados); (d) Exposição à mídia; e (e) Redes de relações sociais. Esses inquéritos, resultantes de coleta de fala espontânea, foram transcritos e submetidos ao Programa Estatístico GoldVarb X. Tomando esse corpus como base, foram considerados alguns grupos de variáveis linguísticas e extralinguísticas, na tentativa de explicar quais fatores estariam motivando a marcação da concordância verbal de P6. Os grupos de fatores controlados pelo Programa Goldvarb X como de maior relevância para a ocorrência de concordância verbal de P6 foram: realização e posição do sujeito, concordância nominal no sujeito, faixa etária e sexo.


ABSTRACT: In this article, we analyze the Verbal concordance of P6 in the vernacular, in Labovian terms, in the quilombola community Rio das Rãs in Velho Chico Territory, located in the municipality of Bom Jesus da Lapa - BA. For that, the theoretical-methodological assumptions of the Theory of Variation and Linguistic Change (LABOV, 1972-2008; WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968-2006) were adopted. The sample analyzed consisted of 24 informants, considering social profiles such as: (a) Sex (12 males and 12 females); (b) Age group (08 young people - 25 to 35 years old, 08 adults - 45 to 55 years old, 08 elderly people - over 65 years old); (c) Degree of schooling (without schooling and semi-schooled); (d) Media exposure; and (e) Networks of social relations. These surveys, resulting from the collection of spontaneous speech, were transcribed and submitted to the GoldVarb X Statistical Program. Taking this corpus as a basis, some groups of linguistic and extralinguistic variables were considered in an attempt to explain which factors were motivating the marking of verbal agreement of P6. The groups of factors controlled by the Goldvarb X Program as being of greater relevance for the occurrence of verbal agreement of P6 were: achievement and position of the subject, the nominal agreement in the subject, age group and sex.


KEYWORDS: Rio das Rãs Community; Verbal Concordance; Sociolinguistic Variationist.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestra em Linguística pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística pela Universidade de Campinas

Publicado
2020-07-22
Como Citar
CANGIRANA, Juscimaura Lima; SILVA, Elisângela Gonçalves da. CONCORDÂNCIA VERBAL DE P6 NO PORTUGUÊS AFRO-BRASILEIRO NA COMUNIDADE QUILOMBOLA RIO DAS RÃS NO TERRITÓRIO VELHO CHICO. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 30 SER.1, p. 155 - 179, jul. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/279>. Acesso em: 26 nov. 2020.