ASPECTOS ESTRUTURAIS DA NARRATIVA DE ENTERRO

  • Benedita do Socorro Borges Borges UFPA
  • Regina Fernandes Cruz UFPA
  • Thaynara Paixão UFPA
  • Emanuel Fontel UFPA

Resumo

Este estudo demostra como a superestrutura do gênero narrativa de enterro, descrita inicalmente por Fernandes (2007), materializa-se em  outras ocorrências desse gênero em comundades da Amazônia à semelhnça das várias pesquisas que buscam identificar como a superestrutura da narrativa de experiência proposta por Labov e Waletzky (1967) se expressa em outras corrências do gênero em diferentes culturas. A narrativa de enterro relata a história de um tesouro escondido, posteriormente  revelado por uma força sobrenatural a um escolhido com perfil e caráter socialmente aceitáveis. Sua estrutura seria composta por seis partes invariáveis: origem, anunciação, manifestação, marcação, provação e desenlace, conforme Fernandes (2007), uma das referências teóricas-metodológicas basilares citada no estudo, por ter sido o pioneiro a propor esse esquema formal,  a partir da análise de 27 narrativas produzidas na região pantaneira. Além, deste, utilizou-se também como fontes referenciais a descrição de Cruz (2009)  realizada em 20 narrativas do acervo do IFNOPAP e a pesquisa de Paixão et. al (2019) efetuada a partir de 16 narrativas do corpus de Borges (em andamento), coletadas em 8 comunidades quilombolas do Baixo-Tocantins. A partir destas 63 narrativas de enterro analisadas neste trabalho chegou-se a conclusão de que a estrutura proposta por Fernandes (2007), salvagardando sua caracteristica variacionista de ressignificação ajustada aos valores socioculturais da comunidade onde está circulando e ao potencial narrativo do narrador, é perfeitamente aplicável a outras narrativas do mesmo gênero enterro.


ABSTRACT: This study demonstrates how the burial narrative genre superstructure, initially described by Fernandes (2007), materializes in other occurrences of this genre in Amazonian communities similar to the various studies that seek to identify as the superstructure of the experience narrative proposed by Labov and Waletzky (1967) is expressed in other occurrences of the genre in different cultures. The burial narrative tells the story of a hidden treasure, later revealed by a supernatural force to a chosen one with a socially acceptable profile and character. Its structure would be composed by six invariable parts: origin, announcement, manifestation, marking, trial and conclusion, according to Fernandes (2007), one of the basic theoretical-methodological references cited in the study, for having been the pioneer in proposing this formal scheme, from the 27 narratives analysis produced in the Pantanal region. In addition, the description of Cruz (2009) in 20 narratives from the IFNOPAP collection and the research by Paixão et. al (2019) made from 16 narratives from the Borges corpus (in progress), collected in 8 quilombola communities from Baixo-Tocantins. From these 63 burial narratives analyzed in this work, it was concluded that the structure proposed by Fernandes (2007), safeguarding its variationist characteristic of resignification adjusted to the socio-cultural values of the community where it is circulating and to the narrator narrative potential, it is perfectly applicable to other narratives of the same burial genre.


KEYWORDS: Narrative. Burial. Formal structure.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre e doutoranda em Linguística pela Universidade Federal do Pará.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor em Ciências Humanas pela Université d’Aix-Marseille I. Pesquisadora do CNPq - PQ/1D.

##submission.authorWithAffiliation##

Graduanda de Letras-Língua Portuguesa.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor em Linguística pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor Associado da Faculdade de Letras da UFPA.

Publicado
2020-07-18
Como Citar
BORGES, Benedita do Socorro Borges et al. ASPECTOS ESTRUTURAIS DA NARRATIVA DE ENTERRO. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 30 SER.1, p. 115 - 138, jul. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/278>. Acesso em: 27 nov. 2020.