A LÍNGUA EM USO: O GRAU DE ESCOLARIDADE NA REPRODUÇÃO DOS FENÔMENOS LINGUÍSTICOS EM LÍNGUA PORTUGUESA

  • Mauro Cezar Moraes de Lima UEPA

Resumo

Este trabalho tem como objetivo principal descrever e analisar a ocorrência de fenômenos linguísticos na fala de sujeitos analfabetos e escolarizados, cujos critérios são: sujeitos mulheres, sendo três com ensino superior completo e três analfabetas, com idade acima 50 anos e residentes da cidade de Belém. Para isso, foi realizado um estudo bibliográfico, o qual teve como fundamentação teórica: Bagno (2006) e Bechara (2009). A metodologia utilizada foi do tipo de análise quali-quantitativo, sob o aporte da pesquisa de campo; houve também, a coleta de dados por meio do Questionário Fonético e Fonológico (QFF), composto de 159 perguntas. A partir disto, transcrevemos as repostas e analisamos como e com que frequência ocorreram os fenômenos na pronúncia dos sujeitos investigados. Posteriormente à análise dos dados obtidos, observou-se que dentre os oito fenômenos averiguados, quatro ocorreram na fala dos sujeitos analfabetos e três ocorreram na fala dos sujeitos com ensino superior, isto é, os primeiros sujeitos se diferenciam dos segundos porque realizaram um fenômeno a mais. Com isso, observamos que a diferença é ínfima na fala dos sujeitos analfabetos e dos sujeitos com ensino superior completo. Portanto, a relevância deste estudo não é ir contra o ensino da Gramática Normativa, mas sim, nos fazer perceber que embora a ortografia de cada palavra seja uma só em cada país, cada falante terá o seu jeito particular de pronunciá-la.


ABSTRACT: This work has as main objective describe and analyze the occurrence of linguistics phenomena in the speech of illiterate and educated subjects, whose criteria are: female subjects, three with complete higher education and three illiterate, aged over 50 and residents of the city of Belem. For that, a bibliographic study was carried out, which had as theoretical basis: Bagno (2006) and Bechara (2009). The methodology used was of the type of quali-quantitative analysis, under the contribution of the field research; there was also the collection of data through the Phonetic and Phonological Questionnaire (QFF), composed by 159 questions. From this, we transcribe the answers and analyze how and how often the phenomena in the pronunciation of the investigated subjects occurred. After analyzing the data obtained, it was observed that among the eight phenomena investigated, four occurred in the speech of illiterate subjects and three occurred in the speech of subjects with higher education, that is, the first subjects differ from the second because they performed a phenomenon a more. Finally, was observed that the difference is negligible in the speech of illiterate subjects and subjects with complete higher education. Thus, the relevance of this study is not to go against the teaching of Normative Grammar, but rather, to make us realize that although the spelling of each word is only one in each country, each speaker will have their own particular way of pronouncing it.


KEYWORDS: Linguistics phenomena, Linguistics variation. Speech. Subjects.

Publicado
2020-07-12
Como Citar
LIMA, Mauro Cezar Moraes de. A LÍNGUA EM USO: O GRAU DE ESCOLARIDADE NA REPRODUÇÃO DOS FENÔMENOS LINGUÍSTICOS EM LÍNGUA PORTUGUESA. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 30 SER.1, p. 1 - 19, jul. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/258>. Acesso em: 26 nov. 2020.