VARIAÇÃO DIATÓPICA DO /l/ PÓS-VOCÁLICO EM COMUNIDADES BAIANAS

  • Robevaldo Correia dos Santos UFBA
  • Jacyra Andrade Mota UFBA

Resumo

No português brasileiro (PB), o fonema /l/ sofre variações em final de sílaba, realizando-se de diferentes formas, a exemplo das palavras “sal”, “alto” e “bolso” que, respectivamente, podem ser realizadas como “sa[w]”, “sa[ł]” ou “sa[Ø]”, “a[w]to”, “a[ł]to” ou “a[h]to” e “bo[w]so”, “bo[ł]so”, “bo[h]so” ou “bo[Ø]so”. No território baiano, estudos apontam uma tendência à mudança em favor da variante semivocalizada [w], Teixeira (1988) e Santos (2015; 2017). O objetivo deste artigo é apresentar a análise da realização de /l/ em posição final de sílaba na fala de comunidades baianas, confrontando duas variedades do português brasileiro: urbana e rural, perseguindo o viés diatópico do modelo metodológico da Geolinguística.


ABSTRACT: In brazilian portuguese (PB), the phoneme /l/ undergoes variations in post-vowel position, taking place in different ways, such as the words “sal”, “alto” and “bolso” which, respectively, can be performed as “sa[w]”, “sa[ł]” or “sa[Ø]”, “a[w]to”, “a[ł]to” or “a[h]to” and “bo[w]so”, “bo[ł]so”, “bo[h]so” or “bo[Ø]so”. In Bahia, studies show a tendency to change in favor of the semivocalized variant [w], Teixeira (1988) and Santos (2015; 2017). The objective of this article is to present the analysis of the realization of /l/ in the final syllable position in the speech of baiana communities, confronting two varieties of brazilian portuguese: urban and rural, pursuing the diatopic bias of the methodological model of Geolinguistics.


KEYWORDS: Dialectology; Geolinguistics; Diatopic variation; /l/ in coda.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutorando pela Universidade Federal da Bahia.

##submission.authorWithAffiliation##

Profª. Drª. da Universidade Federal da Bahia (UFBA/CNPq)

Publicado
2020-07-29
Como Citar
SANTOS, Robevaldo Correia dos; MOTA, Jacyra Andrade. VARIAÇÃO DIATÓPICA DO /l/ PÓS-VOCÁLICO EM COMUNIDADES BAIANAS. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 30 SER.2, p. 261 - 276, jul. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/254>. Acesso em: 03 dez. 2020.