AS REDES SOCIAIS E OS APLICATIVOS EM CONTEXTO NA INTERAÇÃO DE SURDOS E OUVINTES NO ENSINO SUPERIOR

  • Silvia Helena Muniz da Cunha Universidade Federal do Maranhão
  • Celia Regina MUNIZ CUNHA Universidade do Vale do Taquari- UNIVATES

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo investigar quais as redes sociais e os aplicativos mais utilizadas entre os alunos (as) surdos (as) no Ensino Superior, como ferramenta de interação e quais os motivos destes investigados acessarem a Internet. Assim, utilizando-se da troca de mensagens de textos os alunos do Curso de Ciências Humanas do Campus Pinheiro, da Universidade Federal do Maranhão puderam contribuir para esta investigação. A pesquisa contou com 12 investigados, sendo 5 surdos usuários da Libras como primeira língua e tendo a Língua Portuguesa como segunda língua. Também participaram 7 alunos ouvintes, tendo como primeira língua a Língua Portuguesa e nenhum conhecimento da Libras. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram um questionário, com questões fechadas e abertas e o diário de bordo das pesquisadoras com o intuito de descrever as observações para transcrever como produto final da pesquisa. Esta caracteriza-se como um estudo de caso, pois teve uma abordagem quantitativa e qualitativa, além de ser uma pesquisa exploratória. A teoria utilizada fundamenta-se nos estudos de Pierre Lévy (1999), Stumpf (2010), Vygotsky (1935 apud REGO, 1995) e Skliar (2015) dentre outros. Neste sentido, buscou-se refletir acerca do uso das redes sociais como ferramenta que proporcionam a inclusão social dos surdos, desta forma verificou-se que a comunicação entre os alunos surdos, bem como, com os alunos ouvintes, mediada pelas novas tecnologias digitais, contribuíram significativamente para inclusão social dos investigados. No que tange aos resultados, verificou-se que os surdos fazem uso da tecnologia, como facilitador da comunicação com alunos ouvintes, pois eles afirmam que a troca de mensagens de texto escritas em português e a utilização de vídeos em Libras contribui para a inclusão social, estabelecendo assim, a comunicação ainda que a distância com outras pessoas, pois navegando na internet os surdos podem vivenciar maior interação.


ABSTRACT: This research aimed to investigate the most used social networks among deaf students in Higher Education as an interaction tool and the reasons of those investigated to access the Internet. Thus, using the text message exchange, the students of the Human Sciences Course Campus Pinheiro of the Federal University of Maranhão were able to contribute to this research. The research counted on 12 investigated, being 5 deaf users of Libras like first language and having the Portuguese Language like second language. There were also 7 listening students, having as their first language the Portuguese Language and no knowledge of Libras. The instruments used for the data collection were a questionnaire, with closed and open questions and the researchers' logbook with the intention of describing the observations to be transcribed as the final product of the research. This is characterized as a case study, since it had a quantitative and qualitative approach, besides being an exploratory research. The theory used is based on the studies of Pierre Lévy (1999), Stumpf (2010), Vygotsky (1935 apud REGO, 1995) and Skliar (2015) among others. In this sense, we sought to reflect on the use of social networks as a tool that provides the social inclusion of the deaf, in this way it was verified that the communication between the deaf students, as well as, with the hearing students, mediated by the new digital technologies, contributed significantly to the social inclusion of those investigated. Regarding the results, it was verified that the deaf make use of the technology, as a facilitator of the communication with hearing students, since they affirm that the exchange of text messages written in Portuguese and the use of videos in Pounds contributes to the social inclusion , thus establishing communication even if distance with other people, because browsing the Internet the deaf can experience greater interaction.


KEYWORDS: Technology. Social interaction networks. Deaf people. Listeners. Social inclusion

Publicado
2020-07-07
Como Citar
DA CUNHA, Silvia Helena Muniz; CUNHA, Celia Regina MUNIZ. AS REDES SOCIAIS E OS APLICATIVOS EM CONTEXTO NA INTERAÇÃO DE SURDOS E OUVINTES NO ENSINO SUPERIOR. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 28, p. 267 - 280, jul. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/228>. Acesso em: 14 abr. 2021.