A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA EM LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA

  • Yana Liss Soares Gomes UFAL
  • Rita de Cássia Alves da Silva UFAL
  • Josefa Sabino Gomes de Oliveira UFAL

Resumo

No contexto escolar brasileiro, cada vez mais os livros didáticos de Língua Portuguesa (LP) têm sido utilizados como recursos pedagógicos para as práticas de letramento. Partindo desse entendimento, discutimos neste artigo a abordagem da variação linguística a partir da análise de um livro didático (LD) de Língua Portuguesa do 6º ano do Ensino Fundamental. Esta pesquisa está fundamentada nos pressupostos da Sociolinguística e nos estudos de: Bagno (2007), Bortoni-Ricardo (2005), Costa e Gomes (2015), Gomes (2011, 2015), Marinho e Costa Val (2005), Araújo e Pereira (2017), Ota (2009), Cecílio e Matos (2006), dentre outros. Os resultados encontrados na pesquisa revelam que a abordagem da variação linguística no LD tem como ponto de partida o trabalho com os diversos textos, isto é, com os diversos usos linguísticos. Assim, a proposição apresentada para o componente curricular Língua Portuguesa foca a variação linguística em diversas atividades de leitura, de produção e reflexão sobre os usos linguísticos com vistas à ampliação da competência sócio comunicativa dos falantes. Para tanto, o LD traz uma abordagem que pode favorecer o reconhecimento da variação linguística como um fenômeno natural de mudança, ao tempo em que a reconhece como uma prática social e como tal, requer o domínio de inúmeros recursos linguísticos (gramaticais, textuais, lexicais e discursivos), adequados às situações de comunicação, sejam elas formais e/ou informais.


ABSTRACT: In the Brazilian school context, the Portuguese language textbooks have been increasingly used as pedagogical resources for the literacy practice. With this in mind, we discuss, in this article, the linguistic variation approach from the analysis of a Portuguese language textbook for the 6th grade of Elementary School. This research is based on the assumptions of Sociolinguistics and studies of: Bagno (2007), Bortoni-Ricardo (2005), Costa and Gomes (2015), Gomes (2011, 2015), Marinho and Costa Val (2005), Araújo and Pereira (2017), Ota (2009), Cecílio and Matos (2006), among others. The results show that the linguistic variation approach on textbooks has, as a starting point, the work with multiple texts, that is, with the multiple linguistic uses. Thus, the presented proposition for the Portuguese language curricular component focuses on the linguistic variation in multiple reading, producing and reflecting activities about the linguistic uses, with a view towards the social-communicative competence improvement of the speakers. Therefore, the textbook brings an approach that may favor the recognition of the linguistic variation as a natural changing phenomenon, at the same time that the textbook recognizes it as a social practice and, as such, requires the mastery of countless linguistic resources (grammatical, textual, lexical and discursive), adequate to the communication situations, whether they are formal and/or informal.


KEYWORDS: Linguistic Variation. Textbook. Portuguese Language.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Professora Adjunta do Centro de Educação (CEDU) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

##submission.authorWithAffiliation##

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

##submission.authorWithAffiliation##

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Publicado
2020-07-09
Como Citar
GOMES, Yana Liss Soares; SILVA, Rita de Cássia Alves da; OLIVEIRA, Josefa Sabino Gomes de. A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA EM LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 29, p. 16 - 30, jul. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/227>. Acesso em: 03 dez. 2020.