ADAPTAÇÃO CURRICULAR NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

  • Larissa Guadagnini Universidade Federal de São Carlos
  • Marcia Duarte

Resumo

RESUMO


 


A adaptação do currículo regular, por meio de ajustes, é uma estratégia educativa que facilita e promove a aprendizagem dos alunos com deficiência intelectual. As adaptações curriculares nas aulas de Língua Portuguesa tornam os conteúdos dessa área menos distantes da realidade dos alunos com deficiência intelectual, uma vez que em razão de sua patologia são deixados de lado nessa disciplina. Assim, a pesquisa tem como objetivo geral analisar se a adaptação do currículo regular pode ser utilizada pelos professores de Língua Portuguesa para favorecer o ensino e aprendizagem dos conteúdos desta disciplina para os alunos com deficiência intelectual. Participaram desse estudo uma professora da disciplina de Língua Portuguesa da classe comum que leciona essa disciplina para uma aluna com deficiência intelectual com laudo, matriculada e frequente no 7º ano do Ensino Fundamental II. De abordagem qualitativa, a pesquisa caracterizou-se por ser participante, com foco na interação entre o pesquisador e os membros das situações investigadas, de modo que ambas as partes pudessem construir novos saberes. Para isso, este estudo percorreu quatro etapas, sendo elas: observações das aulas de língua portuguesa, entrevista inicial, elaboração e aplicação de atividades adaptadas e entrevista final com a professora de Língua Portuguesa. Utilizou-se como instrumento para coleta de dados: (a) roteiro de observação das aulas e; (b) roteiro de entrevista. Os dados foram classificados em categorias, contando com a apreciação de juízes para dar fidedignidade à análise efetuada. Os dados foram tratados de modo qualitativo mediante categorias temáticas. Os resultados revelaram a necessidade de formação profissional tanto para elaborar como para utilizar as atividades adaptadas em sala de aula. No processo de elaboração e aplicação das atividades curriculares adaptadas, observou-se o envolvimento da professora bem como a participação da aluna com deficiência intelectual nas aulas, visto que, após a aplicação das atividades adaptadas, as alunas passaram a participar das aulas, dando motivação à professora, que se sentiu mais responsável pelo ensino e aprendizagem dela.


 


Palavras-chave: Educação Especial. Adaptação curricular. Deficiência Intelectual. Língua Portuguesa.

Publicado
2020-01-15
Como Citar
GUADAGNINI, Larissa; DUARTE, Marcia. ADAPTAÇÃO CURRICULAR NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 10, n. 28, p. 86 - 110, jan. 2020. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/206>. Acesso em: 23 jan. 2020.