ALUNO: AUTOR (E) (OU) PRODUTOR DE TEXTOS?

AUTORIA, UMA (RE)CONSTRUÇÃO DO SUJEITO

  • MARGARETH VALDIVINO DA LUZ CARVALHO UFPI

Resumo

Este artigo apresenta um recorte da pesquisa realizada no decorrer da dissertação de mestrado cujo eixo investigatório foi voltado para a observação dos indícios de autoria nas produções textuais de alunos do nono ano de uma escola pública da cidade de Picos-PI. Trata-se de uma pesquisa qualitativa interpretativa ancorada na análise interpretativa das produções escritas dos alunos, considerando as possibilidades de inserção do aluno-autor numa perspectiva discursiva textual e interacional, uma vez que a linguagem como ação, nos possibilita empregá-la a partir de um universo enunciativo conduzido por inúmeras formas de se dizer e compreendê-lo linguisticamente. Nessa perspectiva de linguagem como interação e possíveis indícios de autoria, fundamentamo-nos no dialogismo de Bakhtin (2003-2006-2010), nas contribuições de Possenti (2002, 2009a, 2009b), que define autoria como uma singularidade e uma forma plurissignificativa das representações do sujeito; Orlandi (1988), que define autoria a partir de uma perspectiva discursiva; Gallo (1992), que define o texto como um efeito de fronteira, um dizer que legitima o sujeito, que tem na legitimação o domínio da palavra; dentre outros autores que contribuíram para este estudo. O corpus de análise constituiu-se de textos, dentre os quais percebemos que, na relação aluno-texto, pouco se identifica uma escrita autônoma, na qual se possa destacar uma expressividade discursiva. Entretanto, o trabalho de escrita proposto em sala de aula, norteado por uma prática de leitura mais efetiva observamos que a partir de um trabalho mais efetivo com a prática de escrita o aluno pode exercer a função-autor e construir textos coerentes com indícios de autoria, marcados na sua forma singular de manifestação discursiva.

Publicado
2019-04-08
Como Citar
CARVALHO, MARGARETH VALDIVINO DA LUZ. ALUNO: AUTOR (E) (OU) PRODUTOR DE TEXTOS?. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 9, n. 26, p. 86 - 106, abr. 2019. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/144>. Acesso em: 14 abr. 2021.