INGLÊS MUNDIAL E AS IMPLICAÇÕES NO ENSINO

  • Rodrigo Smaha Lopes Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Lediane Manfé de Souza Instituto Federal do Paraná, campus avançado de Quedas do Iguaçu e Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Cascavel
  • Vanessa Spinelo Heydt Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Cascavel.

Resumo

O inglês passou, devido à globalização, a estar presente nos quatro cantos do mundo, misturando-se com as mais variadas línguas, culminando em um fenômeno sui generes – leia-se língua –, cujas regras estão sendo revistas e reinventadas a todo momento. Nesse sentido, neste artigo, voltaremos nossa atenção ao Inglês Mundial – um fenômeno que promove a desterritorialização da língua de Shakespeare e o destronamento do falante nativo, devendo ser ensinado como um meio de comunicação intercultural e, até mesmo, de resistência – voltando-nos às implicações que isto acarreta no ensino e na aprendizagem do idioma. Ademais, em uma seção específica, discutiremos algumas atividades realizadas com alunos do 1º ano do ensino médio, do Instituto Federal do Paraná (IFPR), campus avançado de Quedas do Iguaçu, que objetivaram problematizar a questão da pronúncia, por meio de um cartoon sobre a pronúncia do “th” e do texto “Quem quer falar inglês na China”, fazendo referência à língua inglesa na contemporaneidade e ao que é o inglês mundial e suas implicações para a comunicação, como uma estratégia para a promoção da autonomia, autoafirmação e do pertencimento dos alunos. Para tanto, tomaremos com base, principalmente, alguns textos escritos pelo professor Dr. Kanavilil Rajagopalan, assim como as discussões travadas durante seu Seminário Avançado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Cascavel, em julho de 2017.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda em Letras, Linguagem: Práticas Linguísticas, Culturais e de Ensino, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Cascavel. Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa do Instituto Federal do Paraná, campus avançado de Quedas do Iguaçu.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda em Letras, Linguagem: Práticas Linguísticas, Culturais e de Ensino, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Cascavel.

Publicado
2019-04-09
Como Citar
LOPES, Rodrigo Smaha; SOUZA, Lediane Manfé de; HEYDT, Vanessa Spinelo. INGLÊS MUNDIAL E AS IMPLICAÇÕES NO ENSINO. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 9, n. 26, p. 280 - 302, abr. 2019. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/127>. Acesso em: 14 abr. 2021.